“Comunicação digital na era da participação” foi lançado dia 08 em SP

lancamento-edt

Conteúdo sem engajamento é apenas volume. Acredito, como Henry Jenkins, que a economia da mídia propagável cria aberturas para mudanças sociais, culturais, econômicas, legais e políticas. Comunicação digital na era da participação tem a força dos Creators (criadores de conteúdo digital), os questionamentos do empreendedorismo digital sob um olhar curador e um mergulho na atual era do engajamento. Tudo junto e misturado. Afinal, as primeiras décadas do século XXI estão transformando o dia a dia do planeta. É preciso estar aberto para mudar o que precisa ser mudado e manter o que ainda funciona como explica Leandro Beguoci no livro. As mídias sociais nos desestabilizam pois não focamos no tempo presente, achando que a dispersão é o estado natural da nossa existência mergulhada num tempo cada vez mais veloz. Se você está andando na rua, ande. Se você está no celular vendo sua timeline do Facebook, pare e curta os amigos. Focar no presente é libertador para ter sucesso nesta era da participação.  Baixe aqui o e-book

Para tornar a leitura do livro mais lúdica e fluída existem boxes musicais permeando a narrativa. Uma boa seleção musical, por exemplo, pode aumentar sua produtividade na corrida matinal ou mesmo na escrita de um artigo; único item imprescindível é que a música tenha conexão com o contexto. Desde que o Spotify (acervo on line de música) me sugeriu o playlist Cozinha Blues, só começo a preparar o caldo de legumes para o risoto de shitake com “Nobody Knows You When You`re Down and Out”, de Bessie Smith. Ou para criar coragem e encarar a caminhada “What´s Up”, de 4 Non Blondes. É perfeito, começo ouvir e coloco o tênis. Você não tem uma relação visceral com a música? Não tem um playlist das músicas da sua vida? A música de segunda-feira cedo, indo para o trabalho com sono? A música da produtividade no trabalho? Bom, aposto que depois de ler esse livro sua relação com a música vai mudar. Em cada capítulo sugiro uma seleção que tem tudo a ver com o tema abordado.

Sobre a editora: A Editora Fi foi fundada, em 2013, em Porto Alegre, pelo seu atual gestor com formação em Filosofia, Lucas Margoni. Com a política de distribuição gratuita sob a proteção da Creative Commons, hoje a Editora Fi ganha um público de leitores em exponencial e cada vez mais, despertando o interesse de grandes autores em divulgar suas pesquisas na área das Ciências Humanas. Atualmente o catálogo conta com mais de 170 obras, entre elas grandes teses e coletâneas de artigos de autores renomados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *